Bélgica: O que fazer em Bruxelas - Roteiro de 2 dias


Que tal conhecer a cidade mais cosmopolita da Europa e provar muito chocolate e cerveja??? Dicas e roteiro para quem quer conhecer a linda cidade de Bruxelas, na Bélgica e se extasiar com a Praça mais linda do mundo.


Bruxelas, a capital da Bélgica está localizada no Flandres e é considerada a capital da Europa pois sedia diversos órgãos internacionais importante como a OTAN, Comissão Europeia, Parlamento Europeu e Conselho Europeu.


Bruxelas Bélgica

Abriga 180 nacionalidades o que a faz ser conhecia como "cidade mundial". O curioso é que é considerada a número 1 da Europa em termos de sustentabilidade. Cosmopolita e acolhedora, com um charme peculiar, deixará o visitante intrigado com tanta beleza.




Faça uma cotação de viagens na Agência parceira Previllege Soluções em Viagens.


Como Chegar

De avião: O aeroporto Zaventem (BRU) está distante 15km da cidade. Uma opção seria lugar um carro, contratar um transfer, pegar um táxi ou utilizar um transporte público para chegar a cidade.

De trem: do aeroporto internacional há trens que levam o viajante até a estação Brussels Midi (estação principal). Se estiver em outro país, poderá chegar de trem na Bélgica e escolher a estação mais próxima ao seu hotel.  A estação ferroviária do aeroporto está localizada abaixo do terminal (nível do porão-1) e  o  tempo de viagem para a Brussel-Central é de 17 minutos. Para mais informações acesse: aqui

Nós viemos de Colônia na Alemanha de trem e paramos na estação Brussels Central (que não é a estação mais importante, apesar de ser a central). Compramos bilhetes antecipadamente pela internet no site DB. É super simples e fácil de comprar e os bilhetes são mais baratos que na RailEurope #ficaadica

De ônibus: do aeroporto internacional há linhas de ônibus que levam o viajante até a estação escolhida. A estação de ônibus está localizada no nível 0 - um andar abaixo do salão de chegadas - e pode ser facilmente alcançado usando escadas rolantes ou elevadores.  A empresa Lijn fornece serviços de ônibus para os seguintes destinos:  Bruxelles-Nord (estação ferroviária): linhas 272 e 471. Para mais informações acesse: aqui
Outra opção é a Airport Line, um serviço expresso de 30 minutos  que leva o turista ao centro da cidade. 


Onde se hospedar

Bruxelas é uma cidade bem alternativa e tem hospedagens para todos os bolsos e gostos. Na minha opinião, ficar perto do centro é o melhor opção, pois as atrações ficam a poucos minutos a pé e a estação central é próxima.


Hotel – Novotel Brussels off Grand Place
Fachada: foto divulgação
Escolhemos um hotel de Rede, o Hotel Novotel Brussels off Grand Place. Sua localização é excepcional praticamente do lado da estação central e a poucos metros da famosa Grand Place. Lugar perfeito, além de ser um ótimo hotel da Rede Accor, a qual sempre indico aos leitores.

Fomos muito bem recepcionados em nossa chegada por uma simpática atendente. O hotel possui 140 quartos amplos  e 100% não fumantes, equipados com ar condicionado, TV, cofre, wifi gratuito. Os banheiros privativos são modernos e incluem roupões de banho e pantufas.


Bruxelas Bélgica

Quarto Execut.
Foto divulgação
O Buffet de café da manhã é uma delícia com muitas opções de pães, sucos, cereais e inclusive o próprio hóspede pode preparar seu waffle. O ambiente é muito agradável e tranquilo. O Hotel oferece o Gourmet Bar, com excelente opções de drinks.


Bruxelas Bélgica

Bruxelas Bélgica

Bruxelas Bélgica

Escolhemos o hotel principalmente pela localização e por ser um 4 estrelas da Rede Accor, o que significa mais conforto, afinal estávamos em 3 pessoas. Aproveite e faça sua reserva clicando aqui.



Faça sua reserva no BOOKING ou Hotéis.com e garanta o melhor preço.


O que fazer em Bruxelas - Dia 1

No primeiro dia na cidade o interessante é conhecer as atrações perto do centro e até fazer um walking tour para se situar melhor.

DICA: Brussels Card, o cartão com validade de 24, 48 ou 72 horas, que dá direito a entrada em 39 museus, desconto em diversas atrações, restaurantes, com opcional de transporte público (STIB) ilimitado na cidade e/ou ao ônibus Hop On Hop Off.

Se optou para para o Cartão + STIB, poderá acessar ilimitadamente ônibus, bondes e metrô na região de Bruxelas.


Resultado de imagem para brussels card

O cartão é ativado no primeiro uso e ficará válido pelo tempo (24, 48 ou 72h) que o viajante optou na compra. E o que é melhor, as validades são independentes para museus e transporte público, ou seja, você pode ativar o cartão na primeira visita ao museu em um dia e ativar o cartão de transporte público no dia seguinte. Assim você tem mais liberdade para conhecer a cidade.

Mas atenção,  para usar o transporte público você precisará primeiro pegar o seu passe Event Pass nas máquinas localizadas em todas as estações de metrô. Selecione a opção Event Pass e insira os números impressos no seu cartão e pegue seu bilhete.

Olha só a lista de museus que fazem parte do Brussels Card.
Para mais informações sobre o Brussels Card acesse: aqui.

No mapa abaixo vocês encontrará um roteiro com os lugares indicados e servirá para localizar os pontos de interesse. Note que são todos próximos.


Conhece o serviço de locação de veículos da RentCars? Compara os melhores preços em mais de 100 locadoras de veículo e o viajante paga em Reais, sem IOF.



 Alugue um carro pela RentCars, o principal portal de comparação de preços para locação de veículos.


1) O Centro Histórico - Grand Place & City Hall

Toda cidade tem seu centro histórico, mas o de Bruxelas é indescritível. A famosa Grand Place, considerada a praça mais linda do mundo, realmente é linda!!! E o interessante é que ela muda conforme o horário de sua visita. Mas como isso??? Não sei explicar. A primeira vez que a vi, no meio da tarde, fiquei impressionada com tamanha beleza. Mas o entardecer, aquele momento em que o céu tem um azul especial, é espetacular. Parece que a praça ganha vida própria e os prédios se movimentam para ajustar o seu olhar. Muito doido. E todos sentam, no chão, nos bares, nas escadarias para apreciar esse momento, com suas taças de vinho e guloseimas a tira colo.


Bruxelas Bélgica Grand Place

Bruxelas Bélgica Grand Place

Bruxelas Bélgica Grand Place

Bruxelas Bélgica Grand Place

Construída no século 15, destruída no século 17 e renovada nos séculos 19 e 20, foi classificada como Patrimônio Mundial da Unesco em 1998. A Prefeitura tem sido o centro estratégico da cidade desde 1402. Com uma torre de 96m, com cerca de 300 estátuas, esta maravilha de pedra esconde mais do que um segredo e muitas obras de arte.


2) Museu do Chocolate - Choco Story

Localizado ao lado da Grand Place, em um edifício quase imperceptível se não prestar atenção. Portanto coloque no seu mapa e não perca a oportunidade de visitar.

Para os Europeus a história do cacau começou em 1502 descoberto pelos espanhóis, mais precisamente por Cristóvão Colombo,  embora os Maias e Astecas já usavam o cacau a milhares de anos. O primeiro traço do chocolate na Bélgica data de 1635 na cidade de Ghent.


Foto Divulgação
No museu o visitante encontrará muita história e ainda poderá provar chocolates de diversas partes do mundo. Uma passeio delicioso e com direito a aula de chocolate no final da visita. Com degustação, é claro!!!

Gostou  da foto??? Além da degustação o visitante também pode pegar bolachinhas e molhar nessa roda de chocolate. Hummmmmmm


Horário
Aberto diariamente das 10h as 17h
Ticket: a entrada  custa  €6 com degustação. Com o Brussels Card a entrada é free!!!
Para mais informações acesse aqui.


3) Museu da Cerveja

Outra atração que fica na Grand Place no subsolo de um lindo edifício. Confesso que a entrada atrai muito mais do que o Museu em si.


Bruxelas Bélgica

Logo ao chegar você passa por um barzinho, muito bonitinho e segue em direção a um ambiente onde é explicado o processo de fabricação da cerveja. Um local pequeno com explicações bem simples. Depois o visitante volta ao barzinho e tem direito a um copo de cerveja.

Achei bem fraquinho e não indico a visita. Na verdade nada mais é do que pagar por um copo de cerveja. Se tiver poucos dias na cidade, nem perca seu tempo visitando.

Ticket: a entrada  custa  €5 com degustação


4)  Manneken Pis

A estatua mais conhecida em Bruxelas é a do menino nu pelas ruas da cidade. De acordo com a lenda, esse pequeno menino fazendo xixi é um herói que extinguiu uma bomba, o que lhe valeu a honra de ser homenageado em uma fonte. Embora na maioria das vezes aparece pelado, o menino tem o guarda-roupa de uma estrela, com mais de 900 figurinos diferentes, que usa em dias especiais e visitas oficiais. Eles são mantidos no Museu do Traje.


Bruxelas Bélgica
A estátua é bem pequena

Bruxelas Bélgica

5) Mont des Arts

A partir da Grand Place, será uma linda caminha em direção a praça Mont des Arts que homenageia a arte. A Praça abriga vários Museus e é um dos lugares imperdíveis em Bruxelas. Se não gosta de visitar museus, os jardins lhe encantarão. Vale a pena o passeio.
Uma pena que durante minha estadia os dias chuvosos atrapalharam fotos e passeios. 
Continue a caminhada em direção a Place Royale.

6) Place Royale e Brussels Park (Parc de Bruxelles)

A Place Royale é um importante ponto da história real Belga. Na região há importantes construções, inclusive o Palácio Real que é a residencia de trabalho do monarca Belga, que fica aberto para visitação no período de verão (de julho a setembro). Infelizmente  cheguei na cidade dia 05 de setembro e já estava fechado ao público. O Parc de Bruxelles  é o maior parque público urbano do centro da cidade. 


Bruxelas Bélgica
Place Royale
Bruxelas Bélgica
Palácio Real

Bruxelas Bélgica


7) Comic Strips

Preste atenção nas ruas por onde anda. A arte está em todo lugar. Bruxelas é a casa do lendário Tintin, dentre outros personagens em quadrinho e há diversos murais espalhados pela cidade. Siga os passos de Tin TIN: pertinho do  Manneken Pis há um enorme mural em que Tin Tin está descendo uma escadaria. Na estação Gare Du Midi há um mural de comemoração ao centésimo aniversário de Hergés (criador de Tin Tin).


Bruxelas Bélgica


 Faça seu seguro viagens com desconto nos parceiros do blog: Mondial Travel ou Real Seguros.


O que fazer em Bruxelas - Dia 2

No segundo dia na cidade visite as atrações mais distantes.

1) Atomium

Esse metal gigante foi construído para a Exposição Universal de Bruxelas em 1958 e foi um feito muito técnico para a época. Representa um cristal de ferro 165 milhões de vezes o tamanho real. Seis de suas esferas podem ser visitadas e há escadas rolantes gigantes (uma delas medindo 35m) para levar o visitante de um plano a outro.  Um elevador ultra-rápido te levará ao topo para uma vista incrível a 102 metros de altura.


Bruxelas Bélgica

Bruxelas Bélgica

Bruxelas Bélgica

Curiosidades: o diâmetro das esferas  é de 18 metros, e o diâmetro dos tubos é de 3m30 com comprimento de 23 a 26 metros.

A visita
Parte 1: Panorama. Subida de elevador até o topo para a vista espetacular.
Parte 2:  apenas por escadas rolantes para acesso aos outras esferas com exibições permanentes sobre a história do edifício e temporárias.

Achei super interessante e na época que visitei estava uma exposição temporária sobre aviação.

Bruxelas Bélgica
Já imaginou levar uma máquina de escrever no avião???? Época jurássica dos blogueiros... será???? rsrsrs
Bruxelas, Bélgica

Horário
Aberto diariamente das 10h as 18h
Ticket: a entrada  custa  € 12  | Reduzido: € 9 (desconto com  Brussels Card)
Para mais informações: acesse aqui.

Ao lado do Atomium está o Mini Europe, então aproveite que está na redondeza e conheça o local.

DICA: mesmo que vá visitar as duas atrações (há desconto na compra das duas atrações) se tiver o Brussels Card, compensa pagar separado e ter o desconto do cartão em cada uma.
Preço reduzido para as 2 atrações =  24,70 | Preço separado com desconto do Brussels Card  € 22,30


2) Mini Europe

Um parque com maquetes de vários monumentos europeus na escala 1/25. Os europeus são fruto de civilizações ou acontecimentos que os marcaram, o mini europe é uma memória a guerra de 14-18 e da herança grega, romana, viking.


Bruxelas, Bélgica

O Parque é grande e apresenta maquetes de alguns monumentos dos 28 países integrantes da União Europeia. Ou seja são muitas maquetes e algumas com animação, que faz o visitante interagir.


Bruxelas, Bélgica

Bruxelas, Bélgica
Só assim para tirar um foto da praça toda

Bruxelas, Bélgica

Particularmente não achei muito interessante, o parque é muio grande e  com pouco interação. É um passeio que eu dispenso, mas se viajar com criança, elas vão adorar.

Horário
A partir de março em horário diferentes conforme a estação do ano
Ticket: a entrada  custa  € 15,30 | Reduzido: € 13,30  (desconto com  Brussels Card)
Para mais informações: acesse aqui.


3) Parc du Cinquantenaire | Jubelpark

Parque onde está localizado o Arco do Triunfo, um dos cartões postais da cidade de Bruxelas.   Foi construído durante o reinado de Leopoldo II para comemorar cinquenta anos de independência belga. É possível subir no topo do arco gratuitamente.


Bruxelas Bélgica
Foto: O pessoal do Blog Para Viagem que esteve recentemente em Bruxelas nos cedeu essa linda foto.

Está localizado ao lado de 3 importantes Museus: Museu do Cinquantenaire, Museu das Forças Armadas e Autoworld (carros). Os três tem estrada gratuita com o Brussels Card. Escolha o que melhor lhe agrada.

4) Museu da cidade de Bruxelas

De volta ao centro, visite novamente a Grand Place e se ainda estiver aberto, aproveite para entrar no Museu da cidade de Bruxelas, dentro da Casa do Rei. É lá que está o guarda roupa do Manneken Pis.

Bruxelas Bélgica

 Horário
De terça a domingo, das 10:00 às 17:00 horas. 
Fechado: segunda, 1º de janeiro, 1º de maio, 1º de novembro, 11 de novembro e 25 de dezembro. 
Ticket: a entrada  custa  € 8 | Entrada gratuita com  Brussels Card
Para mais informações: acesse aqui


5) Jeanneke Pis e Delirium Café

A versão feminina: estátua de menina fazendo xixi. Localizada em uma rua sem saída ao lado da famosa  Delirium Café que tem a maior variedade de cervejas em seu cardápio (2.000 rótulos), o que lhe rendeu o recorde no Guinness Book. Se não quer ver a estátua, pelo menos use como pretexto para tomar uma cerveja.


Bruxelas Bélgica


Quer ficar Conectado durante a sua viagem? Os Chips da EasySim4U tem cobertura em 140 países. Adquira já o seu!



O que comer e beber

É impossível resistir aos sabores de Bruxelas. A cidade que respira chocolate é conhecida pelas batatas fritas, waffle, cerveja e por uma oferta gastronomica incrível.

Batata Frita
Há diversos lugares que vende essa delícia num cone, para o turista saborear na rua mesmo. Não deixe de provar. Uma indicação??? Comi em vários lugares e achei ótimo. Entregue-se aos prazeres que a cidade tem a oferecer e não se prenda somente a indicações. Deixe-se surpreender. 

Waffle
Os Waffles também são uma iguaria imperdível. Em cada esquina tem uma barraca com as mais diversas variedades. Waffle é vida!! Já estou com água na boca só de pensar.


Bruxelas Bélgica

Chocolates
E o que não poderia faltar são os chocolates belga. Realmente é de tirar o chapéu!!! Muitas lojas de chocolates artesanais que deixa você doido. Tem as mais famosas: Godiva, Leonidas, Neuhaus. Mas sinceramente, qualquer loja terá chocolates espetaculares. Não se prenda a marca e prove todossss!!!!

Cerveja
E para beber?? Cerveja é claro. Sabia que a Bélgica é  o maior produtor de cerveja do mundo e que a Stella Artois é uma das cervejas belgas.

Para se deliciar, há muitos bares, cervejarias e restaurantes para todos os bolsos e gostos. Perto da Grand Place, indo em direção ao Hard Rock Café, há alguns bares que oferecem degustação de cerveja. São 6 variedades servidas numa tábua. Uma boa pedida. Nossa escolha foi o Golden Bar.


Bruxelas Bélgica

Bruxelas Bélgica

Outra opção é o Café Delirium, que tem o cardápio mais variado da cidade.

Delirium Café

Restaurantes
A região que mais gostei e que tem muitas opções e restaurantes é a  Rue des Bouchers. Achei bem menos turística que ao redor da Grand Place e preços melhores, além de opções diferenciadas.


Transporte

Se você estiver hospedado no centro, não precisa de preocupar com transporte, pois tudo é acessível a pé. Mas para atrações distantes, o ideal é usar o transporte público, que por sinal funciona super bem.

DICA: Brussels Card, o cartão com validade de 24,48 ou 72 horas, que dá direito a entrada em 39 museus, desconto em diversas atrações, restaurantes, com opcional de transporte público (STIB) ilimitado na cidade e/ou ao ônibus Hop On Hop Off.


Informações Importantes

Na minha opinião é uma cidade encantadora, mas um pouco bagunçada e misturada. Por ser acolhedora, observei muita pobreza , pessoas dormindo na rua, nas estações de metrô e crianças pedindo esmolas. Nunca havia presenciado algo parecido na Europa em nenhuma cidade grande, por isso estranhei que na capital financeira havia muitos pedintes. Mas nada que atrapalhe a sua visita.

Idioma
A principal língua no país é o francês, holandês falado pelo flamengos (habitantes da região dos Flandres) e alemão. A região de Bruxelas é oficialmente bilíngue, mas todos falam inglês também.

Internet
Para não  ficar escravo do Wifi utilize o chip da Easysim4U que tem internet ILIMITADA e funciona em mais de 140 países.

Clima
Clima temperado oceânico, com inverno frio e verão ameno. Minha viagem foi no inicio de setembro, final do verão e estava bem frio para a estação (dias chuvosos e frios). A média no verão não chega a 20 graus e no inverno pode ter temperaturas negativas. Portanto, mesmo que viaje no verão, leve casaco e guarda-chuva.

Sites para pesquisas



Informações úteis:

Documentos: Bélgica é um dos países que subscreveram o Acordo de Schengen, pelo qual se permite a livre circulação dos visitantes procedentes de qualquer dos estados membros do mesmo, sem qualquer controle fronteiriço.  

Além do Acordo de Schengen, que abrange os residentes na Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça, existem também outros acordos com determinados países, que simplificam a entrada em Espanha, para os quais não é exigido um visto de entrada, sendo suficiente a apresentação de um passaporte válido. É este o caso de Andorra, Argentina, Austrália, Brasil, Brunei, Canadá, Cidade do Vaticano, Costa Rica, Croácia, El Salvador, Estados Unidos da América do Norte, Guatemala, Honduras, Hong Kong, Israel, Japão, Macau, Malásia, México, Mónaco, Nicarágua, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, República da Coreia, São Marino, Singapura, Uruguai e Venezuela.

Se este não for o seu caso, deverá solicitar um visto turístico na embaixada da Bélgica do seu país de residência.

Não se esqueça de tirar xerox das primeiras páginas do passaporte. Uma precaução em caso de extravio ou roubo.

Vacinas: Não há obrigatoriedade de nenhuma vacina para entrar na Bélgica.

Medicamentos: Leve sempre um kit com os principais remédios, tais como analgésicos, antitérmicos, antigripal, pois é muito difícil conseguir comprar algum medicamento sem receita médica.

Idiomaoficial Francês, Holandês e Alemão, embora a maioria da população pode falar inglês.

Fuso: 3h a mais que o horário de Brasília (verifique o horário de verão).GMT+1 (GMT = Londres)

Moeda: Euro (EUR). 
Todos os cartões de crédito são aceitos : Visa, Mastercard, American Express. 

Voltagem e Tomadas: A rede elétrica na Bélgica é de 230 volts, n frequência de 50 hertz, com tomadas de dois pinos cilíndricos e um pino macho. Mas sempre é bom levar adaptador universal.


Emergência: 101 ou 112 de aparelhos celulares.


SABIA QUE:

O Seguro Viagem proporciona mais tranquilidade e segurança para suas viagens em casos de imprevistos e emergências e pode ajudar em muitos transtornos como o extravio de bagagens. 

Sabia que para viajar para os países signatários do Tratado de Schengen há obrigatoriedade da Assistência Viagem, para turistas, com o valor mínimo de 30.000 euros para garantir assistência médica em caso de doença ou acidente.


APOIO

Agradecemos  a todos apoiadores listados abaixo e informo que este post expressa minha sincera opinião sobre os serviços oferecidos.

* O Blog Love and Travel passeou pela Bélgica com o apoio do órgão de turismo: Visit Brussels e do Hotel Novotel Brussels Off Grand Placetodavia muitas outras despesas foram custeadas pelo blog.


Gostou do artigo? Uma forma de retribuir é fazer reservas pelos parceiros do blog. Cada fez que uma reserva é feita nos links abaixo, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a divulgar mais conteúdo gratuitamente.


RESERVE AQUI


Aproveite e organize sua viagem com os parceiros do Blog e se quiser um Roteiro Personalizado, envie um email para: love.and.travel@hotmail.com



Encontre seu Hotel nos melhores sites de busca: BookingHotéis.comTrivago.


Compre suas passagens nas Cias Aéreas:  AlitaliaAviancaAzul, GolLatamKlmTap


Compare tarifas para alugar carro na: RentCars


Evite aborrecimentos, faça um seguro viagem na: Mondial Travel ou RealSeguros.




Fique conectado em suas viagens com os chips da  America Net Mobile e EasySim4U


Compre ingressos online no Ticketbar ou Weplann e esqueça das filas !!!


Adquira moeda estrangeira na Cotação ou solicite um orçamento.





* Já conhece nossas redes sociais? Acesse os link abaixo para saber as novidades.

Atualmente: Consultora de viagens por profissão, advogada por formação, eterna viajante por vocação. Amante de vinhos, restaurantes e cultura, sem deixar de lado a paixão por moda e design.

5 comentários:

  1. Adorei seu roteiro! A cidade parece uma delicia! Cheia de atividades e história... E esse waffle?! Hummm. Deu água na boca!

    ResponderExcluir
  2. Que roteiro completo. Adorei as dicas para passar 2 dias por Bruxelas. Ótimas opções de gastronomia e passeios. Esse museu do chocolate e o passeio pelo centro da cidade parecem incríveis.
    Ainda não conheço mas esta na listinha. Se der certo 2018 =)
    Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir
  3. Olá Thais! Muito massa seu relato!
    Depois deste post, fiquei ainda mais motivado para conhecer a Bélgica. Já posso até me imaginar me empanturrando de waffles e tomando várias cervejas deliciosas aiai... #queromuito haha

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse roteiro completinho nessa cidade linda.
    Adorei os detalhes, super útil!
    Valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  5. Quando fomos (em 2011) para Bruxelas, fomos de carro, então pegamos um hotel afastado do centro para poder estacionar mais fácil. Tínhamos pouquíssima vivência em viagens para a Europa e nos assustava um pouco deixar o carro estacionado na rua hahaha.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e se quiser deixe um comentário.



Back to top