Galeria subterrânea do Loreto em Lisboa - Como conhecer


Quem passeia por Lisboa não tem ideia do segredo que está sob seus pés.  Que tal descobrir uma galeria subterrânea com anos de história na cidade que está em evidência no Turismo.  Este é um dos segredos mais bem escondidos de Lisboa, onde existe um passeio interessantíssimo que faz parte do Museu da Água, a  Galeria subterrânea do Loreto.




Museu da àgua Galeria do Loreto Lisboa
Foto divulgação
Museu da Agua reúne e dinamiza um conjunto de monumentos e edifícios, construído entre os séculos XVIII e XIX, que representa um importante capítulo da história do abastecimento de água à cidade de Lisboa e que permite descobrir um roteiro histórico, patrimonial, tecnológico e científico da Água. A exposição permanente aborda, por um lado, a temática da água de uma forma interdisciplinar cruzando a história, a ciência, a tecnologia, e a sustentabilidade, convidando o visitante a explorar conteúdos como a presença da água no planeta Terra, a história do abastecimento de água em Lisboa, o ciclo hidrológico, o ciclo urbano da água, a poluição da água e a parte hídrica.

Por outro lado, permite entender a relação funcional dos vários espaços que constituem o Museu da Água, tais como: o Aqueduto das Águas Livres e as galerias subterrâneas, o Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras, o Reservatório da Patriarcal e a estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos.

Aproveite sua viagem para Lisboa em 2018 pois o Museu da Água estará aberto ao público, gratuitamente, durante todos os fins-de-semana de 2018.


DICA: o Love and Travel tem uma agência de viagens: Previllege Soluções em Viagens, que poderá lhe orientar na escolha dos melhores voos, hotéis e roteiros.

1) Aqueduto das Águas Livres

Aqueduto das Águas Livres Lisboa
Foto divulgação

Construído entre 1731 e 1799 o Aqueduto constituiu um vasto sistema de captação e transporte de água, por via gravitícia, num total de 58 km de canalizações existentes entre as nascentes, localizadas a 14 km, a noroeste de Lisboa, e os chafarizes da capital.

O trecho mais emblemático corresponde à arcaria sobre o vale de Alcântara, com 941 metros de comprimento, com arcadas que atingem 65m, terminada em 1744. Onze anos depois, o terremoto de Lisboa, que abalou e destruiu uma parte significativa da cidade, provocou apenas a queda de três claraboias desta arcaria.

O rei D. João V foi o responsável em 1731 pela construção do Aqueduto, tendo a mesma sido possível graças a criação de um imposto, pago pela população portuguesa, lançado sobre bens essenciais como azeite, vinho e carne.

O percurso é visitável entre Campolide e o Parque Florestal de Monsanto.
Horário | Aberto de Terça a Domingo  entre as 10 e as 17h30. 


2) Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras

Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras
Foto divulgação
O Reservatório serviu inúmeras vezes como local de lazer. Em outubro de 1862, foi, durante 3 dias, palco de festejos de casamento do D. Luis I, Rei de Portugal e D. Maria Pia de Sabóia.

Projetado em 1746, este reservatório foi construído para receber a distribuir as águas transportadas pelo Aqueduto das Águas Livres. No interior do edifício destaca-se o tanque de água, com profundidade de 7,5 metros e capacidade de cerca de 5.500m cúbicos. No topo é possível aceder ao terraço panorâmico sobre a cidade de Lisboa. Na Rua das Amoreiras esta instalada a Casa do registro, onde eram controlados os caudais de água destinados às galerias do Loreto e da esperança para abastecimento dos chafarizes, das fabricas, dos conventos e das casas nobres. Classificado desde 1910 como Monumento Nacional.

Horário | Aberto de Terça a Domingo  das 10h as 12h30min e das 13h30min as 17h30min


———-> Encontre os melhores hotéis em LISBOA com a facilidade de cancelamento gratuito.






3) Galeria subterrânea do Loreto

Galeria subterrânea do Loreto Lisboa


A Água transportada pelo Aqueduto das Águas Livres, ao chegar em Lisboa, era conduzida através de uma rede emissária constituída por cinco galerias, maioritariamente subterrâneas, com cerca de 12 km de extensão, cuja função era assegurar o fornecimento de água a chafarizes e alguns estabelecimentos públicos.

Destaca-se a Galeria do Loreto, construída em 1746, cujo percurso é visitável entre a Casa do registro, na Rua das Amoreiras e o Miradouros de São Pedro de Alcântara.

A sua extensão, totalmente enterrada, era de 2835 metros e abasteceu alguns estabelecimentos públicos, tais como a Imprensa Nacional, o Passeio Público, a Misericórdia, o recolhimento de S. Pedro de Alcântara, o Passeio de S. Pedro de Alcântara e o Quartel da Guarda Municipal do Carmo.

Alguns trechos podem ser visitados:

1) Do Reservatório da Patriarcal ao miradouro de São Pedro de Alcântara, com entrada pelo Jardim do Príncipe Real. 
  • Horário | Sábados às  11  e às 15 horas
  • Marcação obrigatória  Email | mda.epal@adp.pt
2) Casa do Registo - S. Pedro de Alcântara com entrada pelo Reservatório da Mãe d' Água das Amoreiras. 
Horário | Sextas às 15 horas e primeiros e últimos Sábados de cada mês às 11 horas
Marcação obrigatória| Email | mda.epal@adp.pt


Esta foi a Galeria que visitei e mostrei no Stories do Instagram. Um caminho de 400m que começa no Reservatório da Patriarcal e termina no Miradouro de São Pedro de Alcântara. Uma experiência diferente que revela muito da história da cidade que preserva a cultura.

OBS: Este passeio continua sendo pago, todos os outros são gratuitos aos finais de semana.

Conhece o serviço de locação de veículos da RentCars? Compara os melhores preços em mais de 100 locadoras de veículo e o viajante paga em Reais, sem IOF.


 Alugue um carro pela RentCars, o principal portal de comparação de preços para locação de veículos.



4) Reservatório da Patriarcal

Reservatório da Patriarcal Lisboa
Foto divulgação
No local onde foi instalado este reservatório, existiu uma grande Igreja Patriarcal que viria a ser destruída por incêndio em 1769. O Reservatório da Patriarcal deve seu nome a este fato.
Escondido no subsolo do Jardim do Príncipe Real, exatamente sob o lago, encontra-se este reservatório com capacidade para cerca de 880m cúbicos, cuja construção data de 1864.

Foi um dos primeiros reservatórios da moderna rede de distribuição de água, projetada em 1856 que facilitou o fornecimento de água aos habitantes de Lisboa. O Reservatório Patriarcal, inicialmente abastecido pelo Aqueduto das Águas Livres e  a partir de 1890, pelo aqueduto do Alviela, apresenta uma forma octogonal e conta com 31 pilares onde assentam os arcos em cantaria que suportam as abóbodas.

O Reservatório da Patriarcal foi desativado no final dos anos 40 e desde 1994 está integrado no Museu da Água que promove e dinamiza visitas livres e guiadas a este espaço.

Horário | Aberto ao Sábado e Domingo entre as 10 e as 17h30 


5) Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos

Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos Lisboa
Foto divulgação

Construída junto ao reservatório final do Aqueduto do Alviela, esta estação esteve em serviço entre 1880 e 1928 e foi responsável pela expansão da distribuição domiciliar de água em Lisboa.

Este núcleo do museu situa-se na cerca do antigo convento dos Barbadinhos italianos. Após a extinção das ordens religiosas em 1834, o convento passou por um processo de descaracterização passando a sua cerca para o Ministério da Guerra, ate ser construída a estação.

Horário | Aberto de Segunda a Sábado entre as 10 e as 17h30 



  • Conexão/Internet em vários países:
Nas minhas viagens preciso ficar conectada para mostrar tudo aos leitores em tempo real, além de usar google maps, waze, etc. Ou seja, preciso de uma boa conexão em tempo integral. Mas como faço isso???

Segredo revelado: O chip que sempre utilizo é o da Easysim4U que tem internet ILIMITADA e funciona em mais de 140 países.

Então, se quer sair do Brasil com um chip com internet ILIMITADA, acesse o link aqui  —>   e compre logo o seu chip. E o melhor, se colocar o código LOVEANDTRAVEL ao finalizar o pedido o frete é grátis!!!! O que está esperando??? 


Quer ficar Conectado durante a sua viagem? Os Chips da EasySim4U tem cobertura em 140 países. Adquira já o seu!



  • Seguro Viagem

Esse é um item essencial, principalmente se for a Europa tendo em vista o Tratado de Schengen que exige a contratação de um seguro viagem com uma cobertura miníma de € 30.000 para assistência médica por doença/acidentes.

Sempre que sair do Brasil, contrate um seguro viagem, pois nunca se sabe se algo vai nos acontecer, não é mesmo. Pelo blog você poderá fazer uma pesquisa entre diversas seguradoras através da Real Seguros. Basta acessar esse link  —> Real Seguros



Se preferir, poderá solicitar uma cotação pela nossa agência Previllege Soluções em Viagens, pois trabalhamos com outros parceiros. Basta enviar um email para: contato@previllege.com.br com a data da viagem.



 Faça seu seguro viagens com desconto nos parceiros do blog: Mondial Travel ou Real Seguros.



* Fotos do site da EPAL

Gostou do artigo? Uma forma de retribuir é fazer reservas pelos parceiros do blog. Cada fez que uma reserva é feita nos links abaixo, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a divulgar mais conteúdo gratuitamente.


RESERVE AQUI


Aproveite e organize sua viagem com os parceiros do Blog e se quiser um Roteiro Personalizado, envie um email para: love.and.travel@hotmail.com



Encontre seu Hotel nos melhores sites de busca: BookingHotéis.comTrivago.


Compre suas passagens nas Cias Aéreas:  AlitaliaAviancaAzul, GolLatamKlmTap


Compare tarifas para alugar carro na: RentCars


Evite aborrecimentos, faça um seguro viagem na: Mondial Travel ou RealSeguros.




Fique conectado em suas viagens com os chips da  America Net Mobile e EasySim4U


Compre ingressos online no Ticketbar ou Weplann e esqueça das filas !!!


Adquira moeda estrangeira na Cotação ou solicite um orçamento.





* Já conhece nossas redes sociais? Acesse os link abaixo para saber as novidades.


Atualmente: Consultora de viagens por profissão, advogada por formação, eterna viajante por vocação. Amante de vinhos, restaurantes e cultura, sem deixar de lado a paixão por moda e design.

5 comentários:

  1. Que interessante, não conheci toda essa história das águas nas vezes que estive em Lisboa! Vou deixar guardado para a próxima vez!

    ResponderExcluir
  2. Quando fomos para Lisboa, não conseguimos visitar a galeria, horários muito restritos, pena! :(

    ResponderExcluir
  3. Aqui está um artigo muito interessante sobre a capital portuguesa. Tantas vezes que fui a Lisboa ainda não tive oportunidade de fazer estas visitas, embora saiba da sua existência. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLa Pedro,
      Obrigada por nos acompanhar. SEmpre tento trazer notícias e passeios diferentes nos diversos lugares do mundo.
      Abraços
      Thais

      Excluir
  4. Adoro a Alemanha muito obrigado pelas dicas

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e se quiser deixe um comentário.



Back to top