Planejamento da viagem de fim de Ano 2014: Natal em Mendoza, Reveillon em Viña del Mar

Queridos Viajantes,
Dear Travellers,

Welcome!!! To translate this page, click the button on the right side. 



A ideia inicial da viagem era conhecer as vinícolas de Mendoza na Argentina.

Tudo começou quando em um jantar com meu irmão e cunhada, meu namorado contou as histórias das viagens dele por Mendoza.




Decidimos então viajar no final do ano e aproveitar os dias de Natal e Ano Novo. Começamos a pesquisar preços de passagens. Apesar da antecedência (era meados de maio/14), por ser datas comemorativas, as passagens não estavam tão baratas como esperávamos.

Chegar em Mendoza não é tão fácil, pois não existem voos diretos. A opção é fazer conexão em Buenos Aires ou Santiago. Diante de tal fato, resolvemos fazer uma viagem diferente. 

Ir para Santiago no Chile, fazer o caminho até Mendoza de carro e cruzar a Cordilheira dos Andes, voltar de carro e seguir até as praias do pacífico do Chile.

Eu e meu namorado optamos por um voo direto para Santiago operado pela Gol, entre os dias    21/12/2014 e 05/01/2015 (datas com preços mais baratos).
Meu irmão e cunhada, para utilizar os pontos da Azul, optaram pela Lan em um voo com conexão em Buenos Aires, entre os dias 21/12/2014 e 02/01/2015.
Passagens compradas, começamos a traçar o roteiro.

Roteiro de viagem do dia 21/12/2014 a 05/01/2015:


  • Chegada em Santiago na noite do dia 21 de dezembro de 2014.
  • Dias 22 e 23 de dezembro: conhecer Santiago
  • Dia 24 de dezembro: Pé na estrada (saiba mais) em direção a Mendoza (360 KM) - NATAL (saiba mais)
  • Dias 25, 26, 27 e 28 de dezembro: conhecer Mendoza e as vinícolas 
  • Dia 29 de dezembro: Pé na estrada em direçao ao Pacífico: Valparaíso e Viña del Mar
  • Dias 30 e 31 de dezembro: conhecer Viña del Mar e Valparaíso - REVEILLON
  • Dia 01 de janeiro: voltando para Santiago
  • Dias 02, 03 e 04 de Janeiro: desfrutar Santiago
  • Dia 05 de janeiro de 2015: volta para casa

Roteiro montado, agora era a hora de pesquisar o que fazer nas cidades, quais vinícolas conhecer, quais restaurantes, hotéis e tudo mais.

Santiago foi mais fácil, pois eu e meu namorado já conhecíamos, então a ideia era apresentar a cidade para meu irmão e cunhada. 
Adoro a cidade de Santiago e no verão a cidade é mais colorida e alegre.
Na região de Santiago também tem vinícolas para visitar e fazer degustação.




Queríamos passar o Natal em Mendoza, então resolvemos deixar Santiago no dia 24 de dezembro logo pela manhã. O percurso é de apenas 360km, mas dependendo do horário, a viagem pode ser longa devido a brurocracia na fronteira. E logicamente devido as paradas para admirar a paisagem e tirar fotos.




O caminho é lindo. Cruzar a Cordilheira dos Andes é algo emocionante. Uma paisagem sem igual. Os pontos mais altos tem neve, mas o trajeto é composto por montanhas e mais montanhas em um clima árido e um pouco frio, isso no verão. 

A fronteira entre o Chile e Argentina é na parte mais alta no meio da Cordilheira. 

Em Mendoza reservamos a ceia de Natal em um dos Hotéis mais tradicionais da cidade: Park Hyatt. Não preciso nem dizer que foi tudo muito perfeito e requintado.



No dia de Natal, como as vinícolas estavam todas fechadas, reservamos full day em um Termas Spa, localizado aos pés da Cordilheira dos Andes: Termas Cacheuta. Na reserva estava incluído o almoço.
Um lugar incrível e imperdível se for para Mendoza. 





No dia seguinte, uma sexta feira, começariam as degustações nas vinícolas. Em Mendoza existem mais de 1200 bodegas, divididas em regiões, então escolher foi bem difícil.





Depois de algumas pesquisas e reuniões, decidimos reservas algumas pela manhã e deixar a tarde livre para visitar outras que encontraríamos pelo caminho.

Escolhemos duas regiões: Lujan de Cuyo, afastada uns 30km de Mendoza, e Maipu, um pouco mais perto da cidade.






No domingo deixamos livre para conhecer Mendoza. 





Segunda, dia 29 de dezembro seguiríamos em direção ao oceano pacífico. Um trajeto de 470Km. Ficaríamos hospedados em Valparaíso.

Valparaíso e Viña del Mar são duas cidades ligadas. Valparaíso é o principal porto do Chile e Viña del Mar, um dos maiores atrativos turísticos da região.




A queima de fogos do réveillon é considerada a maior da América Latina.



Dia 01 de Janeiro de 2015 volta para Santiago, um percurso de 130km.
Meu irmão e cunhada voltariam para o Brasil e nós ficaríamos mais 3 dias na cidade.


Nos próximos post escreverei detalhes dessa viagem, os lugares que visitamos, os hoteis e restaurantes. Continue acompanhando.





Ajude o blog a se manter. Não se esqueça de fazer sua reserva de hotel pela caixa de pesquisa do blog ou clicando no link abaixo. Você não paga nada a mais por isso.





* Já conhece nossas redes sociais? Acesse os link abaixo para saber as novidades.





Se curtiu, compartilhe com os amigos! 



Bisous, 



Tha Moura


Atualmente: Consultora de viagens por profissão, advogada por formação, eterna viajante por vocação. Amante de vinhos, restaurantes e cultura, sem deixar de lado a paixão por moda e design.

3 comentários:

  1. Oi Thais! Que lugar lindo, adorei aquelas Termas Cacheuta! Viajar com planejamento é tudo de bom!
    Obrigada por compartilhar! Beijos!
    Fernanda.
    www.escolhainteligente.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Fer,
      Os lugares que conhecemos são lindos. O Termas é maravilhoso. Nos proximos post vou explicar todos os lugares que conhecemos. Continue acompanhando.
      Obrigada pela visita.
      Beijos
      Thais

      Excluir
  2. Lindas Fotos Tha! Passar o fim de ano viajando por esta região deve ser mesmo uma experiência muito legal. Uma das melhores partes para conhecer na Argentina e o Chile, sem palavras. muito bom. parabéns!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e se quiser deixe um comentário.



Back to top