O que fazer em Lisboa - Dicas Práticas

Queridos Viajantes,
Dear Travellers,

Welcome!!! To translate this page, click the button on the right side. 




Lisboa é uma cidade rica em experiência. Uma cidade de contrastes onde a modernidade convive com o vestígios de um passado histórico. Cosmopolita e colonial, moderna e clássica, tem muita coisa a acrescentar ao turista.

Situada as margens do Rio Tejo é a maior cidade de Portugal e a capital mais ocidental da Europa.


Lisboa Tejo

Recentemente estivemos na cidade e a diversidade é algo surpreendente em Lisboa. Sua região também merece ser explorada, a exemplo de Sintra, Estoril, Cascais.

Lisboa e região tem muitos atrativos, então planeje bem seu tempo e priorize  o que quer conhecer.

Lisboa em Pedaços

1) Baixa-Chiado é o berço da alma lisboeta onde o passado e futuro passeiam na mesma rua. Lugar do comércio tradicional, da arte urbana.


Lisboa praça do comércio
Detalhes da arquitetura na praça do comércio
Chiado é um dos bairros mais elegantes, com seus teatros, cafés históricos e livrarias centenárias. Também é palco das últimas tendências da moda e alguns dos melhores restaurantes da cidade.

Baixa é o bairro do comércio tradicional, artistas de rua e cafés. É onde se encontra as mais belas praças de Lisboa.


Lisboa
Praça D. Pedro IV no Rossio (baixa)
Lisboa


Lisboa
Qualquer semelhança com Copacabana é mera coincidência, será??? Afinal, D. Pedro IV é o nosso D. Pedro I
Lugares imperdíveis: Arco da Rua Augusta, Elevador da Santa Justa.


Lisboa arco da rua augusta

lisboa arco da rua augusta

Tome muito cuidado com batedores de carteiras nessa praça. Sim, eles existe na Europa e esse foi o único lugar que percebi a presença deles.

Lisboa arco da rua augusta

Lisboa elevador de santa justa

Lisboa elevador de santa justa

Foi um dos lugares que voltamos inúmeras vezes durante nossa estadia, afinal é muito agradável passear por lá e tem muitas atrações por perto.

Dica gastronômica: Não deixe de comer o famoso pastel de bacalhau no Museu da Cerveja, localizada na Praça do Comércio. Sente no balcão, peça um pastel de balcão e um chopp. Você não vai se arrepender. Dica: não sente a mesa que fica mais caro.


Lisboa museo da cerveja

Lisboa museu da cerveja pastel de bacalhau


Dica 1: perto da Rua Augusta há um elevador (Elevador Castillo) que te levará ao Castelo de São Jorge. Fica no final da Rua da Vitória, lado oposto a estação de metro Baixa-Chiado. E é gratuito e quase ninguém sabe.




Faça uma cotação de viagens na Agência parceira Previllege Soluções em Viagens.


2) Bairros Históricos: Alfama, Mouraria e Castelo, uma verdadeira viagem no tempo principalmente se fizer o percurso a bordo do famoso Eletrico 28 (o bondinho amarelo mais famoso de Lisboa). Alfama é um dos bairros mais antigos e talvez o berço do Fado.

Lisboa electrico 28


lisboa mouraria
Mouraria
Lisboa electrico
Esse elétrico tem um valor diferenciado e é bem mais caro
Lisboa
Detalhes das Ruas da cidade

Lugares imperdíveis: Castelo de São Jorge, Sé Catedral.


lisboa castelo de são jorge

lisboa castelo de são jorge
Vista da cidade do Castelo de São Jorge

lisboa castelo de são jorge

lisboa castelo de são jorge

lisboa Se catedral

Passear de elétrico 28 é a melhor forma de sentir o espírito de Lisboa, mas a fila de espera é gigantesca. Desça da estação Martim Moniz e logo avistará a fila.


lisboa eletrico 28
Fila termina lá no final daquelas pessoas na calçada. Mais de 2 horas de espera, pois só sobem 22 pessoas em cada elétrico

Dica 2: ande até a próxima parada (R. Palma 803) do elétrico 28 para pegá-lo. Não haverá fila e você economizará tempo. No ponto inicial do elétrico o condutor só deixa subir 22 pessoas, que é a lotação sentada, para que nas próximas paradas outras pessoas possam subir, afinal os moradores também o usam. O Ponto inicial Martim Moniz é só para turistas. Porém se perguntar na rua onde fica o próximo ponto, todos indicaram o ponto Matim Moniz, então siga os trilhos e tenha um mapa na mão para se localizar e vai por mim, dará certo. Você só não vai conseguir sentar, mas sempre tem alguém que desce em alguma parada.

Segue o mapa dos pontos de parada: click aqui

lisboa eletrico 28

lisboa eletrico 28

O ponto final será Campo Ourique (Prazeres) e todos terão que descer do elétrico, ou seja, o elétrico não faz um circuito fechado, começando e terminando no ponto inicial.

Visualize o mapa aqui.

Dica 3: Quando chegar ao ponto final, desça rapidamente e já vai para a o ponto para entrar novamente. Não haverá fila, mas se demorar todos que estão no bondinho formarão fila na sua frente. Esse é o momento em que todos ficam perdidos sem saber o que fazer, então faça primeiro.


lisboa eletrico 28
Ponto final do Eletrico 28

lisboa eletrico 28


3) Bairro Alto e Cais do Sodré com espírito de festa e alegria de viver.

4) Zona Ribeirinha para noites intensa e brilhantes. Da avenida 24 de julho a Santos, passando pelas docas, junto ao Tejo, Santo Amaro e Alcântara, são os pontos de encontro para viver anoite lisboeta.

5) Belém, um verdadeiro Museu ao ar livre e valor simbólico para Portugal. Ponto de partidas das caravelas do descobrimento. É lá onde se provará o verdadeiro pastel de belém.


lisboa

lisboa belém

lisboa belém


Lugares imperdíveis: Mosteiro dos Jerônimos, Torre de Belém, Museu dos Coches, Palácio da Ajuda


lisboa mosteiro dos jerônimos

lisboa mosteiro dos jerônimos

lisboa torre de belém

lisboa torre de belém


lisboa palacio da ajuda

lisboa palacio da ajuda

lisboa palacio da ajuda

lisboa palacio da ajuda

lisboa palacio da ajuda

6) Parque das Nações, a Lisboa moderna, cosmopolita que contrasta com a Lisboa histórica e tradicional.
Lugares imperdíveis: oceanário, teleférico


Aos Arredores

Cascais e Estoril - uma zona costeira única a 20km de Lisboa. Praias, lazer, cultura e natureza. Local para fugir do agito da cidade grande.
Sintra, um verdadeiro retorno ao passado, passeando por castelos, ruínas e jardins.
Lugares imperdíveis: Palácio da Pena, Quinta da Regaleira.

Lisboa é uma cidade muito bem servida me termo de transporte público. O Metro te leva para todo lugar, mas há também ônibus e trens. Vale a pena percorrer cada cantinho da cidade e aproveitar do transporte público, assim você não perderá tempo com estacionamento.

Dica 4: Os bilhetes de metro devem ser validados na entrada e na saída.




 Faça seu seguro viagens com desconto nos parceiros do blog: Mondial Travel ou Real Seguros.



Fizemos toda nossa exploração pela cidade com o Lisboa Card que é um cartão que lhe garantirá locomoção ilimitada durante o prazo de validade escolhido. E você poderá adquirí-lo logo no desembarque no aeroporto. Simples, rápido e fácil.


lisboa card

lisboa card


Com o cartão você terá uma série de benefícios durante o prazo de validade que pode variar de 24, 36 e 72 horas, tais como:

- circulação grátis de metro;
- circulação gratos de ônibus (autocarros), elétricos (bondinhos) e elevadores da Carris;
- linha Sintra-Rossio-Oriente;
- Linha Cascais-Cais do Sodré;
- entrada gratuita em 28 museus, monumentos;
- 10% a 50% de desconto em diversos locais de interesse turístico.

Top 10 atrações grátis para quem adquiri o Lisboa Card:

1) Lisboa Story Centre
2) Arco da Rua Augusta
3) Mosteiro dos Jerônimos
4) Torre de Belém
5) Eletrico 28
6) Sintra Mitos e Lendas
7) Museu Nacional dos Coches
8) Museu da Arte Antiga
9) Palácio nacional de Mafra
10) Elevador de Santa Justa

Valores:
- Lisboa card 24h - €  18,50
- Lisboa card 36h - € 31,50
- Lisboa card 72h - € 39,00

Para saber mais acesse o site: click aqui
Para informações sobre Lisboa: click aqui

Conclusão:

Na minha opinião, vale muito a pena a aquisição do cartão. Priorize o que quer conhecer e aproveite para desbravar a cidade. Você não vai se arrepender.

O que mais gostei foi andar até cansar no elétrico 28 que percorre a parte mais bonita de Lisboa. Uma experiência turística, todavia muito interessante e prazerosa.

Para maiores informações sobre meu roteiro completo em Portugal acesse aqui.


lisboa

lisboa tejo



Informações úteis:

Documentos: Portugal é um dos países que subscreveram o Acordo de Schengen, pelo qual se permite a livre circulação dos visitantes procedentes de qualquer dos estados membros do mesmo, sem qualquer controle fronteiriço.  

Além do Acordo de Schengen, que abrange os residentes na Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça, existem também outros acordos com determinados países, que simplificam a entrada em Espanha, para os quais não é exigido um visto de entrada, sendo suficiente a apresentação de um passaporte válido. É este o caso de Andorra, Argentina, Austrália, Brasil, Brunei, Canadá, Cidade do Vaticano, Costa Rica, Croácia, El Salvador, Estados Unidos da América do Norte, Guatemala, Honduras, Hong Kong, Israel, Japão, Macau, Malásia, México, Mónaco, Nicarágua, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, República da Coreia, São Marino, Singapura, Uruguai e Venezuela.

Se este não for o seu caso, deverá solicitar um visto turístico na embaixada portuguesa do seu país de residência.

Não se esqueça de tirar xerox das primeiras páginas do passaporte. Uma precaução em caso de extravio ou roubo.

Vacinas: Não há obrigatoriedade de nenhuma vacina para entrar em Portugal.

Medicamentos: Leve sempre um kit com os principais remédios, tais como analgésicos, antitérmicos, antigripal, pois é muito difícil conseguir comprar algum medicamento sem receita médica.

Idioma: Português. 

Fuso: 4h a mais que o horário de Brasília (verifique o horário de verão).GMT+1 (GMT = Londres)

Moeda: Euro. 
Todos os cartões de crédito são aceitos : Visa, Mastercard, American Express. 

Voltagem e Tomadas: A rede elétrica portuguesa é de 230/240 volts, n frequência de 50 hertz, com tomadas de dois pinos cilíndricos e ligação a terra lateral. Mas sempre é bom levar adaptador universal.

Emergências: Número nacional de emergência: 112



Post sobre Portugal:
Évora - Ecorkhotel

* O Blog Love and Travel esteve em Lisboa com apoio do Turismo de Lisboa, o qual agradecemos a oportunidade, todavia informo que este post expressa minha sincera opinião sobre os serviços oferecidos.


Ajude o blog a se manter. Cada fez que uma reserva é feita nos links abaixo, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a divulgar mais conteúdo gratuitamente.
  

RESERVE AQUI 

Aproveite e organize sua viagem com os parceiros do Blog e se quiser um Roteiro Personalizado envie um email para: love.and.travel@hotmail.com


* Já conhece nossas redes sociais? Acesse os link abaixo para saber as novidades.



Atualmente: Consultora de viagens por profissão, advogada por formação, eterna viajante por vocação. Amante de vinhos, restaurantes e cultura, sem deixar de lado a paixão por moda e design.

4 comentários:

  1. Adorei seu post!!! Não conhecia esse bizu do elevador pro Castelo... Anotadíssimo!
    Curti cada dia da sua viagem matando as sds da terrinha...
    www.necessairenamala.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Fabrícia, tudo bem?
      Que bom que gostou :)
      Você estava em Portugal né.... pegou o atalho do elevador? Um achado né, poupa uma bela subida, rsrsrsrs
      To acompanhando sua viagem.
      Obrigada pela visita.
      bjinhos
      Thais

      Excluir
  2. Respostas
    1. Ola Sarah, tudo bem?
      Obrigada querida. Sempre bom poder ajudar os viajantes.
      Obrigada pela visita
      bjinhos
      Thais

      Excluir

Obrigada pela visita e se quiser deixe um comentário.



Back to top